Formação por Competências – A abordagem do futuro

O conceito de competência tem evoluído ao longo dos anos, tendo entretanto assumido uma formulação consensual nos países que implementaram a nova abordagem da formação por competências.

No Canadá o CEFES, Centro de Estudos e de Formação do Ensino Superior da Universidade de Montreal, utiliza a abordagem da formação por competências, na qual uma competência é um saber-agir complexo, adaptado a uma situação específica (profissional, escolar, pessoas, cívica, social, familiar, etc.), resultante da integração, da mobilização e da combinação estratégica e eficaz de recursos: saberes (conhecimentos), saber-fazer (habilidades) e saber-ser (atitudes).

competence.gif fpcr.jpg

Na Austrália, o NCVER, National Centre for Vocational Education Research, implementou a formação por competências, no final da década de 80, como uma medida política para aumentar os níveis de desempenho dos trabalhadores australianos e tornar a indústria mais competitiva.

No Brasil, o SENAI, Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial, iniciou, em 1999, o projecto-piloto Competências com o objectivo de mudar toda a oferta formativa da lógica dos conteúdos para a lógica das competências, nos 27 Departamentos Regionais.

Anúncios

Etiquetas: , ,

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão /  Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão /  Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão /  Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão /  Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: