Um especialista é um “Fato Vazio”

Com uma escrita muito corrosiva para os académicos, Taleb desvaloriza o conhecimento dos grandes especialistas a quem apelida de “filisteus do conhecimento” porque vivem estritamente para as suas ideias e para os seus interesses pessoais imediatos. Mais, considera-as pessoas expostas à cultura de forma cosmética e superficial. Os seus planos falham, as suas previsões falham, mas como “especialistas” cheios de certezas continuam a prever e a errar, repetidamente. Para Taleb, “um especialista é o mais próximo que existe de uma fraude, com um desempenho não muito superior ao de um computador que use uma única medida”. Para estes especialistas, que misturam arrogância com incompetência, Taleb utiliza uma metáfora que assenta que nem uma luva: “fato vazio”.

Ler artigo “Fatos Vazios” completo

Etiquetas: , , , , , ,

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: