Não há empregos suficientes que ofereçam dignidade e salário adequado

“De tudo isso há uma lição clara: é urgente reduzir a rigidez da legislação e aumentar a qualidade da educação. Só assim podemos enfrentar o desemprego estrutural.

Vivemos a crise do trabalho assalariado, do fim dos empregos e da desqualificação do trabalhador. Não há empregos suficientes que ofereçam dignidade e salário adequado. Ainda que houvesse um esforço conjunto das escolas de formação profissional, não haveria empregos para todos. Não vivemos mais um período de expansão dos empregos, para os quais saberíamos nos preparar em uma habilidade. A tecnologia está fazendo com que os trabalhadores mudem seus hábitos e a forma de comportamento em seus empregos. Se antes as máquinas ajudavam nos trabalhos mais pesados do ser humano, hoje em dia elas o substituem com inúmeras vantagens.”

Trabalho de Célia Berleze e Gizabele Parize sobre o livro “O Fim dos Empregos: o declíneo inevitável dos níveis de emprego e a redução da força global de trabalho” de Jeremy Rifkin

Etiquetas: ,

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: