A disciplina nas aulas conquista-se com autoridade

Um dos primeiros questionamentos entre os participantes da palestra foi sobre o problema da indisciplina dos alunos. Pacheco contou que principalmente no início a Escola da Ponte recebia alunos “rejeitados” por outras escolas. “Alunos envolvidos com drogas, que agrediam professores a ponto de mandá-los para o hospital”, afirmou.
Segundo o professor, a disciplina se conquista com autoridade, que está diretamente ligada à liberdade e à solidariedade. “Sozinho ninguém tem autoridade. A profissão de professor não é solitária, é solidária. Na Ponte compreendemos que para haver disciplina deve haver autoridade; para haver autoridade tem que haver liberdade e para haver liberdade, professores devem exercer plenamente a cidadania. Se tem diretor, supervisor, orientador, secretário, ministro, não é livre, então não é cidadão”, argumenta, ao justificar por que a escola conquistou contrato de autonomia.
“Ser livre é ser responsável. Na Ponte não tem prova, não tem diretor, não tem horário, porque isso não é o mais importante. Mas lá não falta professor e os alunos são os melhores. A Escola da Ponte não ensina cidadania, ela educa na cidadania”, acrescentou.

In “Educador português diz que prova escolar é perda de tempo

Etiquetas: , ,

Deixe uma Resposta

Please log in using one of these methods to post your comment:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: