Archive for the ‘Formação Profissional’ Category

Referencial de Formação Pedagógica Inicial de Formadores

29 Agosto, 2012

Anúncios

A falta de mão-de-obra qualificada é um problema para mais de um terço das PME na EU

24 Agosto, 2012

A esmagadora maioria dos formadores não tem qualquer vínculo com as entidades formadoras

23 Agosto, 2012

In “Formador – como e porque muda a profissão

Sistema de gestão da formação profissional – NP 4512:2012

22 Agosto, 2012

In “NP 4512:2012 Sistema de gestão da formação profissional, incluindo aprendizagem enriquecida por tecnologia

Dicionário Europeu da Formação

28 Julho, 2012

In “European training thesaurus

As 3 fases do processo de aprendizagem

19 Julho, 2012

Phase 1 (before training) is when the prior knowledge and experience of the participant is aligned with his or her manager’s expectations. Phase 1 clearly defines what is expected of the participant.
Phase 2 (training) is the class or learning event that has active, measurable learning objectives. The learning objectives are designed to advance desired business results.
Phase 3 (after training) is the follow-through and application. The participant applies the new skills, and knowledge is encouraged and supported by management and/or coaches.
In “Learning is a process

A formação profissional não resolve os nossos problemas de produtividade

14 Junho, 2012

Dizem-nos que se apostarmos na formação profissional, na formação contínua, na formação para a empregabilidade, nas competências para competir, nas qualificações certas, vamos resolver os nossos problemas de competitividade económica, de produtividade. Isto é um verdadeiro pedagogismo. Mas alguém está convencido disto? Se está é de uma ingenuidade e de uma ignorância totais. Se não está, é de uma má fé extraordinária porque faz o discurso sabendo que não é verdadeiro. Realmente, não podemos hoje subordinar a educação de adultos e a educação em geral a elementos de formação e de ajuste às necessidades do mercado de trabalho, da economia, apenas porque não vamos lucrar nada com isso.
As necessidades do mercado de trabalho e da economia são fluídas, mudam com uma enorme rapidez e a educação não consegue acompanhar nem é bom que acompanhe, porque a educação é importante se dialogar criticamente com estes sectores e com os nossos problemas. A educação não pode ficar de costas voltadas para os problemas do trabalho, da economia, da cidadania. Mas também não pode, por outro lado, dialogar com estes problemas numa posição absolutamente subordinada, de ajustamento.
In “Entrevista com Licínio Lima”,

Troika obriga a reforçar a oferta de Cursos de Aprendizagem

31 Maio, 2012

Recorde-se que o reforço dos Cursos de Aprendizagem é uma das medidas que está inscrita tanto no memorando de entendimento assinado entre o Governo e a ‘troika’ como no Compromisso para o Crescimento, Competitividade e Emprego assinado entre o Governo e os parceiros sociais.
De acordo com Álvaro Santos Pereira, o ensino técnico-profissional “aumenta a empregabilidade”, sendo esse tipo de formação um dos objectivos do Governo para atingir o crescimento económico desejado.
In “Novas regras para a formação profissional conhecidas este mês

Um novo paradigma na Formação Agrícola

24 Abril, 2012

La agricultura es una materia práctica. Por lo que, aunque hay lugar para la teoría, nuestros estudiantes pasan la mitad del tiempo fuera de las clases “aprendiendo en el campo”. La agricultura es también un negocio, los estudiantes aprenden no sólo a aumentar rendimientos, sino que también a cómo maximizar ganancias. Hacer el marketing y venta de sus productos ayuda a construir su confianza como agro-emprendedores; y las ganancias de estas ventas pagan los costos de la escuela. ¡Sencillo!

In “Lo que hacemos – Escuela Agrícola Autosuficiente

Como promover a formação para adultos

27 Março, 2012

In “Strategies for improving participation in and awareness of adult learning” (página 121)